Tv Planalto Ao Vivo

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Suspeito de ter provocado acidente com ônibus em Itapebi continua preso


O suspeito de ter provocado o acidente com o ônibus que matou 7 pessoas e deixou 28 feridos em Itapebi, na noite de sexta-feira (7), foi apresentado neste sábado (8) na sede da Coorpin de Eunápolis. Segundo a polícia, o motorista vai responder por homicídio doloso, quando há intenção de matar. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu após a tentativa de ultrapassagem da Kombi, que bateu no fundo do ônibus e provocou a queda do veículo no rio Jequitinhonha.



O ônibus chegou a ser arrastado pela correnteza por cerca 30 metros. O motorista da Kombi, Adriano Moreira de Souza, 35 anos, está detido. Ele explicou como ocorreu o acidente. "Eu vi o carro verde na minha frente, ele fez que ia fazer uma ultrapassagem do ônibus e não deu, então, voltou imediatamente e toquei nele, ele foi tocou no ônibus já em cima da ponte, eu perdi o controle da Kombi porque toquei nele quando eu senti o impacto eu vi o ônibus descendo assim na minha frente. E lembro também que o carro verde parou na minha frente um pouquinho e um rapaz colocou a cabeça para o lado de fora e correu", afirmou o motorista da kombi. 
De acordo com o delegado de Itapebi, Jansen Júnior, um policial informou que o motorista da Kombi seguia em alta velocidade. "Ele [policial] presenciou o Adriano, que veio conduzindo a Kombi em alta velocidade de forma negligente", disse. "Ele vai ficar custodiado aqui na delegacia e assim que tiver a vaga, vai para o presídio de Eunápolis", afirmou Valéria Fonseca, coordenadora regional da Polícia Civil de Eunápolis. 
Ainda no sábado, 25 passageiros que ficaram feridos já receberam alta médica. Três continuam internados. Dois homens que estão internados em Eunápolis, não correm risco de morte. E a mulher que está internada no Hospital Municipal de Porto Seguro está em estado grave. Informações do Radar64.

Nenhum comentário:

Postar um comentário