Tv Planalto Ao Vivo

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Brasil: ‘Vou morrer sem ter feito nada’, disse manicure por Whatsapp antes ser morta

Vítima trocou mensagens de texto com amiga sobre encontro com suspeita. Manicure foi encontrada morta um dia depois de trocar mensagens em MS.
Uma manicure de 22 anos foi encontrada morta em uma cachoeira de Campo Grande na tarde desse sábado (16). Ela havia desaparecido no dia anterior e uma cliente contou à família dela que a viu receber telefonemas e depois sair com uma mulher.
Em uma das últimas mensagens de texto trocadas via WhatsApp com uma testemunha, a manicure Jeniffer Nayara Guilhermete de Morais, de 22 anos, encontrada morta com um tiro em uma cachoeira de Campo Grande, demonstrou que estava disposta a conversar com a suspeita Gabriela Antunes Santos, de 20 anos, para resolver a desavença por ciúmes. Trechos da conversa foram divulgados pela Polícia Civil em coletiva nesta quarta-feira (17).
Em algumas frases, a manicure diz que o relacionamento com o marido da suspeita foi coisa do passado, quando os dois ainda eram solteiros. Ela afirma também que não vive de passado. Em outra mensagem, Jeniffer fala em morrer, dá risadas e diz que não fez nada. “Mas eu não falei nada porque a gente não era casado. Ela falou nunca na vida entrei em carro de Pedrão e agora vou morrer sem ter feito nada”, afirmou na conversa com a testemunha, que era era amiga em comum das duas, pelo WhatsApp.

Nenhum comentário:

Postar um comentário