O ator Daniel Biurrum, que mantém no YouTube um canal de humor com pegadinhas que realiza em Vitória da Conquista, foi agredido com um soco no rosto durante a gravação de um dos seus quadros, desta vez o “Mãe, eu sou gay”. O autor da agressão foi um rapaz que se identificou como Fabiano, um dos entrevistados na pegadinha. Segundo Biurrum, além do soco o agressor ainda tentou jogar uma pedra na equipe de produção. “Meu primeiro soco na cara, estou assustado, triste como as pessoas estão reagindo. Intolerância, preconceito. Parece que a gente voltou à Idade Média, se eu escuto o que eu não gosto, resolvo aqui [com socos]. Era só uma brincadeira”, disse o ator, que aparece no vídeo com um hematoma na face. No vídeo, ele não informa se prestou queixa na polícia contra o agressor. As reações dos outros entrevistados foi diversa: uns levaram na brincadeira e outros desistiram da entrevista, sem agressões. Nas gravações, a pessoa, já com uma plaquinha dependurada no pescoço com o nome do quadro se identifica e autoriza o uso da imagem, depois Biurrum solta os cabelos e entra em cena um “gay”.