Tv Planalto Ao Vivo

domingo, 22 de maio de 2016

Atentado à Ana Hickmann: Fã teria vendido tudo que tinha para se hospedar no mesmo hotel

Novas informações dão conta que homem morto fazia declarações obsessivas à apresentadora. Ele se hospedou no hotel apenas para se aproximar dela.
Rodrigo Augusto de Pádua, 30 anos, acusado de tentar matar Ana Hickmann em hotel de Belo Horizonte, neste sábado (21/5), era obcecado pela apresentadora, como mostra os posts que ele fazia no Instagram e no Twitter. Assista:
Em vários deles, Rodrigo chegou a fazer declarações para a apresentadora e cobrar um relacionamento que não existia.
“Ana, não é possível que vc sinta prazer em me fazer sofrer… Ana, eu estou sofrendo muito, eu faço tudo para te ver feliz, e não entendo pq vc me machuca tanto (…) Bombom, em nome do nosso amor, vc não sabe o quanto dói ser magoado pela pessoa que escolhi amar” (sic), escreveu. Em uma imagem, Rodrigo diz que Ana Hickmann é “meu Sol, minha luz, minha princesa, meu amor, minha paixão, mulher da minha vida… Eu te amo e te amarei mesmo depois do fim… Quando não houver mais vida na Terra, e as estrelas, os planetas e todo Universo se transformem em nada”.
Além disso, nas fotos do Instagram, Rodrigo postava vários comentários sobre o desejo que tinha pela apresentadora. Várias fotos contém conteúdo sexual. Há inclusive textos com frases pornográficas.
Entenda
Rodrigo entrou no hotel em que Ana Hickmann estava, em Belo Horizonte, rendeu o cunhado dela e o levou para quarto onde estava Ana, Alexandre Côrrea, e a assessora Giovana Oliveira. O criminoso, Rodrigo Augusto de Pádua, obrigou todos a sentarem na cama de costas para ele. O indíviduo começou a gritar palavras pejorativas para a apresentadora. Neste momento, Gustavo levantou e andou na direção de Rodrigo, quando ele efetou dois disparos. Um deles acertou Giovana.

Gustavo entrou em luta corporal com o agressor com a ajuda de Alexandre. Logo depois, mais um tiro foi ouvido. Não se sabe ainda se o bandido se matou ou se Gustavo ou Alexandre atiraram nele.
O irmão de Rodrigo, Helisson Augusto de Pádua, em entrevista às emissoras de televisão em frente ao hotel, disse que ele vendeu tudo em Juiz de Fora (MG) e foi para Belo Horizonte. Além disso, descobriram no celular de Rodrigo que ele mandava várias mensagens pelo Instagram para Ana Hickmann. “Meu irmão nunca teve nada, vivia dentro de casa. Descobrimos há pouco que ele era fã dela. Ele dizia que a amava e que era recíproco. (Metropoles)

Nenhum comentário:

Postar um comentário