Tv Planalto Ao Vivo

quarta-feira, 18 de maio de 2016

TV: Rumores de que briga entre Geraldo Luís e Record foi uma “pegadinha” ganham força na web

“Perdão” repentino ao apresentador, por conta de um suposto “deslize” de Luiz Bacci tornam provável a hipótese de que tudo foi um “golpe de marketing”.
Há três semanas, os telespectadores da Record foram pegos de surpresa com o afastamento do apresentador Geraldo Luis. Isso ocorreu horas após ele fazer um“desabafo” ao vivo, por ter uma matéria “amputada” pela edição do “Domingo Show”.

O resto é do conhecimento de todos: O apresentador foi substituído no domingo seguinte por Luiz Bacci, teve seu camarim esvaziado, acesso a setores da Barrafunda restringidos e, o mais importante, não foi encontrado por nenhuma reportagem de nenhuma outra emissora. Ou seja, simplesmente sumiu.

Desde que todo esse imbróglio começou, sempre causou estranheza a forma agressiva como Geraldo Luis foi supostamente tratado pela direção da Record. Ele literalmente “caiu em desgraça”. Nove entre dez jornalistas especializados em televisão concordaram que a “punição” era unilateral, exagerada e desproporcional. Episódios semelhantes com outros profissionais da TV, em qualquer emissora, no passado, provam isso. Só que, nesta semana, uma reviravolta novamente surpreendeu o público: o “perdão” à Geraldo Luís. Ele volta no próximo domingo e, pasmem, já tem matéria gravada.
História mal contada
Esta reviravolta teve início na segunda semana em que Luiz Bacci apresentou o “Domingo Show”, já como efetivo no lugar de Geraldo que, até então, estava fora da programação e da emissora. Neste dia, a atração principal era uma entrevista com o ex-trapalhão Dedé Santana, que atravessa sérias dificuldades financeiras. O humorista abriu seu coração e sua vida para Bacci e todos os telespectadores. Ele até recebeu vários presentes, dentre eles um contrato publicitário como garoto-propaganda da Ultrafarma.

Até aqui tudo normal e resolvido. Só que Bacci teria conduzido muito mal a entrevista. Perguntas mais contundentes teriam colocado Dedé Santana em uma situação desconfortável, ao falar do amigo Renato Aragão. Enquanto Bacci tentava buscar uma declaração de que “Didi” teria lhe dado às costas, Santana na maioria das vezes disse que Renato lhe estendeu a mão, sempre que pode, nos momentos em que mais precisou. No meio a entrevista, as redes sociais já estavam atacando Bacci, pela sua suposta falta de “tato” com a matéria, com o entrevistado e, sobretudo, com a história dos Trapalhões. Ao final da matéria, seguido do final do programa, Luiz Bacci teria recebido uma ligação do presidente da emissora, informando que Geraldo Luis reassumiria seu lugar no “Domingo Show”.
Ou seja, em duas semanas, um apresentador foi humilhado, achincalhado, defenestrado e, da noite para o dia, retoma sua posição de destaque na emissora, já com pauta pronta a matérias pré-gravadas. Mirabolante não?

É isso o que pensam especialistas em TV. Voltando para episódios anteriores na televisão brasileira, um incidente como este com Geraldo Luis é singular, principalmente pela intensidade dos acontecimentos. Cresce portanto, uma teoria conspiratória de que tudo não passou de “farsa” e “golpe de marketing”. Nunca houve ameaça de demissão, nem de rescisão de contrato a Geraldo. O “despejo” de seu camarim, por exemplo, teria sido apenas pirotecnia. E a pergunta que não quer calar: Por quê Geraldo sumiu? O programa “Pânico na Band” até tentou localizar seu paradeiro, sem sucesso. Geraldo Luís retorna portanto neste domingo (22) talvez com mais poder do que antes. O resultado de toda essa história: Nunca se falou tanto de “Domingo Show” como nos últimos 15 dias. Na internet, foi um dos assuntos que dominou. Mas no Ibope o tiro pode ter saído pela culatra, pois Bacci registrou queda acentuada de pontos na última edição que apresentou. Este, aliás, já é um dos motivos “oficiais” da “reviravolta”. Durante todo este período, a Record pouco falou sobre o incidente com Geraldo Luís. Agora que cresce a desconfiança sobre uma possível “farsa”, vamos ver quais esforços serão feitos pela emissora para minimizar ou anular esta teoria, cada vez mais factível ao público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário