Tv Planalto Ao Vivo

terça-feira, 21 de junho de 2016

Violência: Adolescente, que matou ex-namorada com peixeira, dizia ‘eu te amo’ a cada golpe

Assassina e a vítima, de 20 anos, mantinham relação homossexual. Suspeita não aceitava o fim da relação e só parou de golpear após ouvir “também te amo” da vítima.
Uma menor confessou ter matado a ex-namorada com 15 golpes de peixeira na última terça-feira (14), na cidade de Patos, no sertão da Paraíba. A suspeita afirmou que não aceitava o fim do relacionamento.

Uma jovem de 20 anos, identificada como Camila Severina Gomes, foi esfaqueada após uma discussão, no centro da cidade paraibana. Ferida, Camila caiu no meio da rua. Depois de cometer o crime, a suspeita fugiu.

Mesmo ferida, a jovem conseguiu dizer o nome da assassina. Camila foi levada para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na quarta-feira (15). A menor abandonou o celular e a faca utilizada no crime no meio da rua. De acordo com o delegado responsável pelo caso, o crime foi planejado dois dias antes de ser realizado. A menor de 15 anos, confessou a execução porque não aceitava o fim do namoro. Ainda segundo o delegado, a suspeita falava que amava Camila enquanto desferia os golpes em várias partes do corpo dela. “No momento que a vítima respondeu que também a amava, a menor parou de esfaquear”, relatou o responsável pelas investigações. (R7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário