Tv Planalto Ao Vivo

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Lava Jato: Eduardo Cunha estava com malas prontas para fugir, diz Moro ao ordenar prisão

Juiz diz também que, como o rastreamento dos recursos financeiros de Cunha ainda não foi finalizado, havia risco de inviabilizar sua recuperação.
O juiz federal Sergio Moro citou o risco de uma eventual fuga do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso nesta quarta-feira (19) pela Operação Lava Jato.

Em seu despacho, Moro diz que como o rastreamento dos recursos financeiros de Cunha ainda não foi finalizado, haveria um “risco maior de fuga para o exterior”.

“Enquanto não houver rastreamento completo do dinheiro e a total identificação de sua localização atual, há um risco de dissipação do produto do crime, o que inviabilizará a sua recuperação. Enquanto não afastado o risco de dissipação do produto do crime, presente igualmente um risco maior de fuga ao exterior, uma vez que o acusado poderia se valer de recursos ilícitos ali mantidos para facilitar fuga e refúgio no exterior”, disse Moro em seu despacho. A prisão de Cunha foi decidida por Moro após um pedido do MPF (Ministério Público Federal do Paraná.

Nenhum comentário:

Postar um comentário